id A cocaína: ideias rápidas sobre a cocaína. O que é a cocaína? Efeitos imediatos e secundários da cocaína.
A COCAÍNA
1. O que é a cocaína? A cocaína é uma droga alcalóide que se obtém das folhas de "erythroxylon coca". Costuma também chamar-se coca, neve, pera, farlopa, etc. O crack e a base libré são também formas de cocaína. Na rua a cocaína vende-se misturada com outras substâncias (de 10 a 50% de coca).

2. Efeitos da cocaína.- Os efeitos da cocaína dependem da mistura, do modo de a tomar e da resposta do utilizador da droga. Geralmente, podemos distinguir entre efeitos imediatos e a longo prazo:
Efeitos imediatos da cocaína:

  • Pupilas dilatadas, ardor no nariz, garganta seca, dificuldade para comer e muita sede, perda de apetite e sono. Sensação de euforia, autoconfiança, energia, pois suprime a sensação de cansaço para, posteriormente ser derrubada ao passarem os sintomas. Loquacidade, falar sem tom nem som. Nervos em franja, vontade de movimentar-se. Perda do próprio domínio. Discutir e lutar por tudo e por nada. Ansiedade. Uma só vez basta para ter forte desejo de voltar a drogar-se e repetir as recordações de euforia.
Efeitos secundários da cocaína:
  • efeitos físicos: são muito abundantes e variados; problemas cardio-respiratórios; do intestino, musculares e nervosos; alterações sexuais, perda de olfacto, etc.
  • efeitos psíquicos: depressão, insónia, falta de motivação, irritabilidade, ansiedade, pânico, comportamento repetitivo, alucinações agudas, paranóia, pricose, mudanças de personalidade.
  • efeitos sociais: a cocaína produz desgostos familiares, instabilidade laboral, perda de capacidades profissionais, delitos, difusão da droga, isolamento em grupos de drogados. Lutas de rua, acidentes de trânsito, roubos, muitos roubos pois a droga é cara.
3. Como deixar de tomar cocaína? A cocaína diminui a vontade e cria forte dependência psíquica que torna difícil deixar a droga. Para consegui-lo, recomenda-se ter o tempo ocupado, abandonar os ambientes de droga e procurar o apoio de alguém (ver o tema drogas). Mas o melhor é não começar a consumir. Assim me aconselham vários amigos que deixaram a droga: para deixar é melhor não começar, e para não começar, o melhor é não andar com gente que se drogue; e não colocar dúvidas.
id